5 características de Joinville para joinvilenses (+Bônus)

por Cícero Cardoso - 29 de março de 2017

Situada aos pés das montanhas do Piraí, contando com extensas áreas de manguezais e um rio chamado Cachoeira que perpassa a cidade desaguando nas águas calmas da baía da Babitonga, a cidade de Joinville é constantemente lembrada como a cidade das bicicletas, das flores e dos príncipes. Possuidora de uma beleza natural formidável e uma arquitetura urbana digna de cobiça por diversos municípios, ela é lar de diversos joinvilenses que compartilham sentimentos, identidades e modos de viver em comum. Sua culinária, proveniente principalmente da imigração alemã, encanta os turistas que visitam a cidade. Mas, para além dos aspectos mais visíveis e notórios da célebre cidade catarinense, existem coisas que, provavelmente, só quem mora em Joinville conhece.

1. Ônibus e busão não, aqui é Zarco!

 

Foto de Prefeitura de Joinville

Uma ótima dica aos desavisados: ônibus em Joinville é Zarco. Em uma breve pesquisa no Google vamos encontrar uma explicação bem simples e clara, de acordo com o site dicionarioinformal.com.br, para a palavra Zarco. Eis a definição:

O que é zarco: ônibus, definição regional usada na região da Cidade de Joinville – SC.

2. Me vê um chineque, por favor.

 

Foto de Arquivo Pessoal / Agencia RBS

Tem de creme, de morango, de uva, de chocolate, de abacaxi, de farofa e de tantos outros sabores que não cabe a mim mencionar todos aqui. Os que chamam de pão doce cometem uma heresia imperdoável.

3. Ééééguaa! 

 

Foto de Hipismo&Co

Essa é uma expressão que, embora seja usada como uma interjeição para espanto, acaba causando espanto em quem ouve pela primeira vez. Supostamente esta expressão está ligada ao carroceiro da antiga padaria Brunkow, quando Joinville ainda era uma pequena cidade. Fato é que a expressão se impregnou tão forte no joinvilense, que é hoje uma característica única da nossa cidade.

4. A fama do jacaré Fritz

 

Foto de Salmo Duarte

O jacaré Fritz ficou famoso. Foi flagrado tomando banho de sol, foi fotografado atravessando sobriamente a avenida por entre os carros em uma noite de verão, além de ter sido flagrado descansando às margens do rio cachoeira. Embora ele tenha sido noticiado em todo o país por meio dos noticiários, o Fritz é um legado joinvilense.

5. Vai cair um toró! 

 

Foto de Lucio Sassi/A Notícia/Ag. RBS

É lamentável que as enchentes ainda sejam tratadas com descaso pelas autoridades públicas de Joinville. Entretanto, o que é absolutamente certo é que aqui chove, mas chove muito, principalmente no verão. O apelido carinhoso que a cidade recebeu, de Chuville, nos diz muito sobre o que rola por aqui. Não estamos muito longe do título de “Veneza brasileira”…

BÔNUS!!!!!!!!!!!!!!!

Little Germany!

Esta proposta tem autor, mas para o bem da ordem não o citaremos, portanto vamos lhe chamar de Dr. X. A Little Germany insurgiu em um discurso público, como característica da região de Pirabeiraba, distrito da região norte de Joinville. Esse discurso acabou gerando uma série de comentários, a favor ou contra, que nortearam as conversas de muitos joinvilenses. Sendo plausível ou não, fato é que essa é uma expressão que, certamente, só os moradores de Joinville conhecem…